Home Entrevistas Dupla Versu2 está de volta para colher o que plantou

Dupla Versu2 está de volta para colher o que plantou

por ZonaSuburbana

A dupla Versu2 – que fez muito barulho e acelerou a cena de Salvador com shows, eventos, produções e muito rap – está de volta. Cosca e Mobbiu resolveram unir suas ideias e experiências ao trabalho de músicos parceiros para produzir um rap que mistura beats e sons orgânicos. Essa mistura não é nenhuma novidade no hip hop, mas tem o peso da marca Versu2.

O clipe “Novas Graças” será lançado no meio da semana que vem. Conversamos com Mobbiu sobre os novos caminhos da dupla. Se liga na entrevista.

ZS: Por que vocês voltaram exatamente neste momento?
Mobbiu: Tem um pouco do pessoal e um pouco do profissional. No lado profissional, na verdade, a gente nunca parou. Eu tinha um trabalho solo, lancei uma mixtape no ano passado, com um apanhado de coisas antigas e novas. Essa mixtape está na rede e se chama “Por Enquanto é Isso Vol.1”. Também estava iniciando um trabalho com o músico Raffa Muñoz.

O Cosca tem um trabalho com a banda Zhuri, uma banda de jazz rap foda. Ele estava fazendo também uma festa chamada “Classudos” levando um público foda.

Numa dessas ele me chamou pra participar de um show da Zhuri e a gente tocou uma música antiga da Versu2, aí bateu a saudade e a gente falou: vamos fazer uma música nova? E a Versu2 está fazendo agora música nova. Estes músicos que colam comigo estão me auxiliando, Dogalove, que também tem um estúdio, está ajudando com essa questão técnica…e está rolando.

O cenário hoje está bastante movimentado. Salvador vive um momento crescente, muita gente produzindo, muita gente fazendo coisas boas. E a gente acredita que muitas dessas coisas foram sementes que a Versu2 que plantou na antiga. A gente quer dar uma mordida nessas frutas aí, sacou?

SAIBA MAIS SOBRE A VERSU2, ASSISTA AO DOCUMENTÁRIO “INÍCIO, MEIO, INÍCIO”:

ZS: Vocês já foram nova escola um dia e hoje assistem, ouvem e acompanham o trabalho de uma outra nova escola que está produzindo muito e tentando fazer a diferença. Existe alguma preocupação em como se encaixar nessa cena?
Mobbiu: Cara, a gente sempre está perto dessas coisas que estão rolando. Temos nossas críticas positivas e negativas. Acho que nossa música vai acabar falando um pouco sobre isso também, sobre como estamos vendo o mundo, a política, o hip hop, o Brasil, nossa família, nossos sentimentos. Vai ser aquilo que a gente sempre fez com as ferramentas que tinha na mão. Muitas dificuldades que a gente tinha de produzir e de gravar hoje não existem mais. Acredito que a criatividade vai ser o diferencial, a maneira de chamar atenção e mostrar como contribuir com esse cenário que está aí, que está forte, bacana, mas a gente percebe que peca no profissionalismo. A bagagem que a Versu2 tem vai facilitar o traçado de alguns caminhos.

ZS: Planejam gravar um EP?
Mobbiu: Temos dois singles prontos. Um está saindo agora, “Novas graças”, o outro é “Alerta aleatório”, que deve sair logo na sequência, mas estamos visando um EP com seis faixas. Essa nova formação com os músicos tem agilizado esse processo de produção, está bem bacana.

ZS: Vão levar essa nova formação para o palco também?
Mobbiu: A ideia é bem essa, ter a galera toda tocando junto no palco, pra vender o show pra outros públicos. Somos do rap, mas queremos levar pra galera uma formação de banda. Acho que vai ser interessante.

You may also like

Leave a Comment

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações