Home EditorialDinossaurosRAP Disco Rap: “Entre a Adolescência e o Crime” do Consciência Humana

Disco Rap: “Entre a Adolescência e o Crime” do Consciência Humana

por Jefferson Ferreira

Em setembro de 1997, o grupo Consciência Humana lançava o clássico disco “Entre a Adolescência e o Crime”. O álbum é um marco na vida de muitos ouvintes de rap e adeptos a cultura hip hop, pois o gênero no Brasil se consolidava no que chamamos de gangsta. As produções musicais eram mais densas e com letras fortes, de denuncia e protesto e altamente engajadas, trazendo a reflexão ao jovem da periferia sobre a criminalidade, o consumo de drogas e cuidados com a repressão policial abusiva e para que se atentem as formas de governo das gestões públicas.

O disco foi produzido pelo DJ Raffa e pelo grupo Consciência Humana, que nesse momento contava com Preto Aplick, W.G.I. e DJ Adriano, e veio como sucessor do disco “Enxergue Seus Próprios Erros” de 1994, e também do single “Lei da Periferia”, de 1996, trabalho de lançamento do selo do grupo, o D.R.R Produções, que agia em parceria com outo selo, o Porte Ilegal.

O álbum teve participações especiais de De Menos Crime, U Negro, Homens Crânios, Japão e X na regravação de “Periferia Segue Sangrando”, letra do GOG. Dentre os sucessos desse álbum tivemos “Amigo de Infância”, “Periferia Tem Um Lado Bom“, “Lei da Periferia”, “121 (Rajada parte 2)” e o grande clássico “Lembranças”.

Confere aí essa obra clássica:

You may also like

Leave a Comment

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações