Home DiscosAlbum Com álbum “Lógos”, niLL se reinventa e cria sua própria loja de brinquedos

Com álbum “Lógos”, niLL se reinventa e cria sua própria loja de brinquedos

por ZonaSuburbana

É tudo sobre escolhas e o que fazer“, essa é a frase que está na primeira faixa do álbum “Lógos”, que ajuda a entrar nesse novo universo criado pelo artista, o niLL. Para além das telas de LCD e plataformas digitais, o trabalho já está disponível em todas as plataformas digitais, pelo selo da Sound Food Gang, o artista dá continuidade a saga do personagem, que no álbum “Regina“, tanto se questionava e agora ganha vida e percepções sobre tempo e espaço. A capa foi desenvolvida pelo ilustrador Wagner Loud, o responsável por transformar ícones do rap nacional em heróis de quadrinhos. A produção fica por conta do Adotado – seu alter ego -, com instrumentais de Nave, Crimenow, Tan Beats e Yung Buda e tem participações de BK, Callister, Mano Will e Melk.

O personagem saindo da caixa e ganhando vida, remete a essa continuidade e evolução do próprio artista. niLL constrói uma nova narrativa e experimenta uma sonoridade diferente. Criando um universo sonoro regado de elementos cyberpunk e que te remete a filmes como Blade Runner e um pouco de Miami Vice, por conta do vaporwave, Lógos te leva a uma dimensão em que cada música parece uma fase de um jogo.

O álbum fala de tempo – o conceito Lógos -, e ao mesmo tempo se passa em uma loja de brinquedos, onde os sentimentos e percepções tornam-se comuns a todos. “Uma loja de brinquedo é uma fábrica de sonhos e mesmo sendo adulto, quando entra você volta a sonhar”, explica niLL sobre a escolha do tema. O título é baseado na filosofia do pensador grego Heráclito, que fala sobre o fogo e vem falar sobre a fé inconsciente.

niLL demorou cerca de um ano para produzir seu terceiro trabalho de estúdio e espera atingir um público fora do circuito de rap e pretende explorar outros talentos além da música, como a criação de animações. Sempre buscando expandir, este trabalho demonstra mais maturidade e novas percepções do artista. As referências vieram por meio de vivências pessoais e busca por conhecimento interior.

You may also like

Leave a Comment

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações