Home Rap Nacional Assista ao clipe “Abuso e Perdão” do grupo gospel LouvaRap

Assista ao clipe “Abuso e Perdão” do grupo gospel LouvaRap

por ZonaSuburbana

O grupo gospel LouvaRap, formado por Braz e Evandro, lançou o videoclipe “Abuso e Perdão“,  produzido por DJ Samu, Alcir Lanseau e com audiovisual de Leonardo Stefanini

A canção aborda um assunto muito delicado: um abuso cometido contra um dos integrantes do grupo, que resolveu escrever a letra ao lado do companheiro para falar sobre os seus sentimentos. 

A construção da música se deu mediante a um testemunho que meu parceiro Evandro deu quando estávamos ministrado em uma Igreja num domingo. Até então ninguém sabia que ele tinha sido abusado. Foi algo muito forte para a gente porque na segunda-feira a esposa dele, a Vanessa, teve um sonho onde ela ouvia Deus falar: “Diz ao Braz, ‘Abuso e Perdão'” e foi aí que ele e eu entendemos que havia chegado a hora de falar sobre o assunto“, relatou Braz. 

De acordo com os integrantes do LouvaRap, as principais mensagens do som são: amor, perdão e cura. “Saber que você é amado por Deus e que você não tem culpa de alguém ter uma mente insana. Também saber que perdão é necessário. Se perdoe também. Precisamos saber que só Jesus pode curar nossos traumas“. 

Para o futuro, Braz e Evandro esperam continuar conquistando o seu espaço, atrelando música e religião. 

Queremos continuar sendo usados por Deus, levando o amor que é Jesus para esse gênero que amamos que é o rap.  Acreditamos que a música tem que passar uma mensagem que faça a pessoa refletir, agir em conformidade com o que ela ouviu e se há verdade na letra, isso fará uma mudança incrível na vida dela. Esse som “Abuso e Perdão” é uma realidade triste vivida  por muitas pessoas, e para nós, é importante compartilharmos nossas vivências para ajudar ao próximo“, concluíram. 

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações